Novas empresas vão captar trabalhadores

07 de outubro de 2015 - Fascículo 02

Novas empresas vão captar trabalhadores

Potencial de expansão

  O pico da geração de postos de trabalho na construção da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) já passou, apesar de o empreendimento ainda empregar milhares de pessoas. Hoje, são mais de 12 mil profissionais atuando na implantação da usina. Mas agora, na reta final da construção da siderúrgica, um novo cenário no mercado de trabalho da região começa a se formar, uma vez que muitos trabalhadores devem ficar ociosos após o fim da obra.

  No entanto, de acordo com o gerente da unidade do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) do Pecém, Francisco Carlos Pereira, essas pessoas podem ser recolocadas logo no mercado de trabalho, com a chegada de novas empresas na região, atraídas pela siderúrgica.

Recolocação

  "A preocupação hoje é com a desmobilização das empresas que atuam na construção da CSP. Boa parte dessas empresas já está entregando seus trabalhos e logo as pessoas que estavam empregadas nessas empresas vão ficar em situação de desemprego. Estamos trabalhando para realocar essas pessoas.

É possível que a geração de empregos caia um pouco após o fim da obra da CSP, mas fico muito otimista por outros projetos que vão chegar na região. São cimenteiras que estão chegando, ampliando suas plantas, fábricas de tubo etc. Com isso, a gente espera que a geração de emprego não sofra tanto. Já tem muita empresa sondando a região para chegar e oferecer serviços na parte de operação da siderúrgica. A mão de obra local deverá ser aproveitada", afirma.

Perfil

  O gerente do IDT no Pecém destaca ainda que, atualmente, existem vagas de trabalho ociosas e que a maior procura tem sido por mão de obra especializada. "Algumas empresas estão treinando pessoas para as funções que elas necessitam.", conta. Apesar disso, ele destaca que o IDT consegue manter um bom banco de profissionais para oferecer às empresas, conforme o perfil desejado.

MAIS INFORMAÇÕES:

IDT Pecém

Endereço: Rua do Cajueiro, S/N

Horário de funcionamento: das8h às 17h

Telefone (85)3315 -1375


Notícias

Outras Notícias